Pular para o conteúdo principal

VOCÊ SABIA QUE ANTIBIÓTICO NÃO ENFRAQUECEM OS DENTES


Você já deve ter ouvido falarem por aí que o uso de antibióticos pode estragar os dentes.
Os antibióticos utilizados para combater diversas doenças infantis, têm a fama de serem grandes inimigos dos dentes fortes e bonitos. No entanto, apesar de essa lenda ainda ter muita força e ser usada como desculpa para justificar dentes mal cuidados, a história não tem muito fundamento. Só existe um tipo específico de antibiótico que pode fazer mal para a estética dental, as tetraciclinas.
Esses medicamentos podem manchar e até alterar a cor dos dentes (deixando-os acinzentados), principalmente entre o quarto mês de vida intrauterina até aproximadamente os sete anos da criança (quando os dentes ainda estão em formação), mesmo consumido em pequenas doses.
E mesmo sendo comprovado que esse tipo de antibiótico prejudica o esmalte dos dentes, também já foi constatado que eles em nada alteram a estrutura dental nem tem qualquer relação com outros problemas bucais. Antigamente, quando os efeitos da tetraciclina eram desconhecidos, costumava-se prescrevê-los bastante para uso infantil, no entanto, essa prática diminuiu com o passar dos anos.
Muitas vezes, os antibióticos são tomados justamente para combater infecções bucais e, mesmo quando ingeridos por outros motivos, acabam, indiretamente, afetando a cavidade da boca, sendo assim um aliado dos dentes. E, no caso da cárie, se o antibiótico tem uma ação bactericida, pode até servir como uma forma de prevenção e combate do problema. Os antibióticos não causam cáries, talvez algumas pessoas associem as manchas causadas nos dentes pela tetraciclina com a cárie, mas a alteração da cor do esmalte não tem nada a ver com possíveis lesões na estrutura do dente.

Manter a higienização adequada no período da medicação ajuda a prevenção.

Postagens mais visitadas deste blog

IMPLANTE COM CIRURGIA GUIADA

É uma técnica em que os implantes dentários são instalados de uma forma menos traumática e na maioria dos casos não há cortes na gengiva proporcionando uma boa recuperação. 
O paciente realiza uma tomografia computadorizada, e através de um software o cirurgião dentista estuda as imagens em 3D realizando um planejamento virtual minucioso da cirurgia. Depois é confeccionado um guia cirúrgico de alta precisão que tem por objetivo permitir a instalação dos implantes dentários sem cortes na gengiva do paciente. Em alguns casos, a prótese pode ser instalada no mesmo dia.
A cirurgia guiada é realizada sempre depois dos estudos clínicos, da tomografia e modelos do paciente. E se apresentarem condições ósseas satisfatórias (espessura e altura) estará apto para realização da cirurgia.
Vantagens: 
1. Planejamento da cirurgia e a prótese no software.  2. Menor tempo cirúrgico  3. Menos invasivo  4. Menor risco ao paciente  5. Melhor recuperação no pós-operatório. 
Consulte a possibilidade de realizar ess…

QUAL A PASTA DE DENTE MAIS INDICADO PARA O MEU FILHO?

Essa é uma das maiores dúvidas que encontramos no consultório, pois os responsáveis ao irem à farmácia ou ao supermercado em busca de uma pasta, encontram diversas opções:  sem flúor, com baixa concentração de flúor, com flúor, com xylitol, isso sem contar com a infinidade de sabores e personagens. Então fica a pergunta qual pasta comprar?

Tanto a Associação Brasileira de Odontopediatria, como a Sociedade Brasileira de Pediatria, recomendam o uso de pastas de dente com flúor desde a erupção do primeiro dente, sendo a concentração ideal entre 1000 a 1500 ppm de flúor, informação que pode ser encontrada no rótulo das pastas.


Mas e o risco de fluorose, já que a água que sai das nossas torneiras já possuem fluor? O que causa a fluorose, que é uma alteração na estrutura dos dentes que podem gerar manchas brancas ou em casos mais severos manchas amarronzadas, é o excesso de flúor ingerido pela criança sem o controle dos pais. Por isso a pasta deve ser usada sob a supervisão de um adulto e na q…

ANESTESIA SEM AGULHA

Método suave para a infiltração da anestesia aplicado através de um micro-disparo na mucosa oral. 
A aplicação é realizada de forma subcutânea sob pressão dosada, praticamente indolor, preservando o tecido e de uma forma eficaz dentro de uma fração de segundo.


As doses são mais baixas reduzindo os efeitos secundários. Indicado para pacientes com receio de agulhas (adultos ou crianças).


Nossas unidades: Av. Sapopemba, 5732 Vil Guarani Rua: Baquiá, 100 Vila Carrão (11) 2911-5133